ARTIGO 7º DO REGULAMENTO DO C1O

Aos quatro dia de junho de 2019, estiveram reunidos via grupo do Whatsapp, denominado “DIRETORIA”, os seguintes membros:

Jeferson – Presidente do C10

Teteco – Vice-Presidente do C10

Carlos – Diretor da Federação Espanhola do C10

Nettão – Diretor da Federação Portuguesa do C10

Mateus – Diretor da Federação Inglesa do C10

Paulinho – Diretor da Federação Francesa do C10

Dima – Diretor da Federação Italiana do C10.

 

I – DO QUESTIONAMENTO

 

Em pauta um questionamento feito pelo Presidente do Tricolor Paulista Futebol Clube sobre negociação envolvendo o Time do Talhaferre e o Ecko Fire, baseando se no artigo 7º – Parágrafo 2º que diz:

  • 2º – Os novos donos dos times só poderão trocar jogadores após jogarem um campeonato. Considerando também a abertura da janela de transferência.

 

Pois bem, a preocupação do nobre presidente do Tricolor realmente é pertinente e salutar uma vez que a violação do Artigo foi cometida por diversas equipes desde sua criação.

II – DO ARTIGO

O artigo foi criado há alguns anos atrás no intuíto de proteger os novos membros do C10 que por não ter conhecimento do valor dos jogadores eram lesados por outros membros. Servia também para inibir espertalhões que só entravam no C10 com o ituíto de vender jogadores.

A regra era seguida fielmente até a entrada de Patrick no C10. O novo membro começou a comprar jogadores e após pedidos para liberar as trocas de Patrick, nós o fizemos. Isso aconteceu várias vezes com os novos membros. Podemos citar, Nettão, Ramon, Fabrício, Aldy, Ruindrigo e Tayllor. Recentemente tentamos aplicar a regra quando Juninho entrou, porém o mesmo também não chegou a disputar um campeonato e foi liberado. Por último Weder entrou no C10 e saiu comprando todo mundo sem autorização da diretoria. Ayubinho trocou com Duda e por fim, Thiago o último a entrar no C10 já fez algumas trocas.

III – CONCLUSÃO

O assunto foi exaustivamente debatido entre os membros da diretoria e colocamos em votação o seguinte:

  1. Permanecer com a regra como está!
  2. Alterar a regra para que seja válida só para quem nunca jogou no C10!
  3. Excluir a regra do regulamento com efeito retroativo!

Após votação foi decidido pela letra “C”, exclusão da regra, entendemos que o C10 atingiu um patamar onde todos sabem os valores dos jogadores e não se deixariam ser logrados por qualquer um. Assim como a manutenção da regra como está hoje, poderia abrir precedentes para qualquer membro que esteja disputando a competição, entrar com pedido dos pontos dos jogos.

Outrossim decidimos que todo novo membro para entrar no C10 deverá ter o crivo da Diretoria.

 

Sem mais para o momento,

 

Diretoria do Clube dos 10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *